Buscar
  • Beatriz

Como secar a gordura da barriga!


1. Fazer musculação com regularidade.


Aeróbica é bom e é importante no processo de emagrecimento. Então não esqueça as caminhadas, corridas e aulas de dança, mas a musculação é muito mais eficaz no emagrecimento e queima de gordura.

É preciso treinar com regularidade para obter resultados. O treinamento de força pode aumentar o gasto energético em repouso e reduzir a gordura da barriga, especialmente quando combinado com o exercício aeróbico. Ou seja, melhor que escolher entre musculação e aeróbico é combinar os dois!


2. Colocar proteína na base da pirâmide alimentar.


Sabe aquela turma que se alimenta basicamente de batata-doce com frango? Essa dieta faz sentido. O consumo maior de proteína diminui o potencial de gordura abdominal, pois, ajuda a diminuir o apetite, a ingestão de calorias e preservar a massa muscular. Você pode variar as fontes de proteína, dietas monótonas ou muito restritivas aumentam as chances de escorregadas. Para saber as quantidades para seu corpo e seu objetivo é preciso consultar uma nutricionista.



MaxSlim Suplemento (100%) Natural

Capsula desenvolvida com alta tecnologia e projetada de forma natural para secar a barrica 6x mais rápido que qualquer outro suplemento!


3. Dormir bem e descansar.


Dormir no mínimo 7 horas por noite pode te ajudar a emagrecer. O sono suficiente está associado à diminuição do apetite e da fome, assim como a um menor risco de ganho de peso.

Pessoas com rotinas desregradas tem um aumento do hormônio cortisol, o hormônio do estresse, que comprovadamente causa acúmulo de gordura. O descanso é tão importante quanto a atividade física e dieta. A atividade física causa (micro) lesões, é durante o descanso que seu músculo se recupera e cresce (com ajuda da alimentação rica em proteínas e aminoácidos).


4. Ingerir gorduras saudáveis.


Uma maior ingestão de gorduras saudáveis está associada a um menor risco de ganho de peso, pois, aumenta a saciedade e, diminuição da gordura da barriga. Por isso o sucesso da dieta lowcarb e da dieta mediterrânea. Azeite de oliva, abacate, castanha de caju, castanha-do-pará são alguns exemplos de gorduras boas.


5. Não ingerir açúcar ou alcoól.


Se você já tentou de tudo e a barriguinha não quer te deixar experimentar ficar 3 mês focado na academia e na dieta a base de proteínas, gorduras boas sem açúcar e álcool.

É sabido que o açúcar que não é queimado pelo corpo vira gordura acumulada e apesar de uísque e vodca serem lowcarb, por exemplo, estudos mostram que beber álcool em grande quantidade pode bloquear a queima de gordura e impedir a perda de peso.

Há pesquisas que relacionam o consumo de bebidas açucaradas e bebidas alcoólicas ao maior risco de acúmulo de gordura abdominal. Se não for possível cortar, evite ao máximo para melhores resultados.


6. Beber (muito) mais água.


Muitos problemas de saúde são decorrentes de falta de hidratação do corpo. Inchaço, má circulação, dores de cabeça, pedras no rim…

Ingira mais líquidos, principalmente água. Dois litros de água por dia costuma ser o mínimo recomendado, mas o número ideal varia de acordo com a idade de cada pessoa, local onde vive, o clima, se é homem ou mulher e se tem o costume de praticar exercícios físicos, ou não.

Chás como o verde, o branco, o de cavalinha e hibisco são recomendados por nutricionistas para ajudar no processo de secar a barriga.

Atenção: Emagrecimento e queima de gordura é um processo multifatores, então chá que emagrece não funciona isoladamente. Embora existam bebidas, como chás e como a água de berinjela, que ajudam no processo.


7. Ingerir mais fibras.


Uma maior ingestão de fibras está associada à perda de gordura, diminuição da ingestão de calorias e maior perda de peso. Então, alguns alimentos são especialmente bons para sua dieta.

Ao colocar mais frutas e legumes na sua dieta, além de aumentar as vitaminas, você está aumentando a ingestão de fibras. Juntamente com a ingestão de água isso resulta em mais idas ao banheiro, ou seja, um intestino funcionando melhor. Isso é bom não só para perda de peso e gordura, mas para a pele e para o humor.


8. Ingerir menos pães, biscoitos e massas, em geral.


É difícil viver sem pães, bolos e massas, então pelo menos evite os feitos de farinha branca.

Carboidratos refinados são pobres em fibras e nutrientes. Frituras além desses problemas ainda acarretam inflamações no corpo, como as celulites.

Carboidratos refinados podem aumentar a fome e causar picos e quedas nos níveis de açúcar no sangue.

O seu consumo está associado ao aumento da gordura da barriga. Tente diminuir gradativamente a quantidade desses alimentos para reduzir gradativamente a gordura abdominal.


9. Caprichar no exercício aeróbico


Estudos mostram que quanto mais exercício aeróbico as pessoas fazem, mais gordura abdominal elas tendem a perder e estes estudos mostram que alguns exercícios são especialmente bons para a perda de peso.

Mas lembre-se que musculação e descanso são tão importantes quanto exercícios aeróbicos. Eles também podem ajudar a reduzir a circunferência da cintura, diminuir a gordura corporal e aumentar a massa muscular.


10. Ingerir mais cafeína.


Estudos mostram que uma maior ingestão de cafeína pode estar associada a uma maior perda de peso e ainda que beber de 3 a 6 xícaras de café sem açúcar por dia reduz a mortalidade.

Além desse, existem muitos outros benefícios do café para a saúde. O café contém cafeína, que pode aumentar a degradação da gordura e acelerar o metabolismo.

Se você não gosta de café, vai gostar de saber que o chá-verde e o chá-preto também contêm cafeína e existem cápsulas de cafeína para tomar antes do treino.

Antes de fazer um aumento no uso regular da cafeína, pesquise sobre os efeitos e riscos e tire suas dúvidas com um profissional.

17 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo